Sobre

“Revesti-me de mistério
Por ser frágil,
Pois bem sei que decifrar-me
É destruir-me.”
(Myriam Fraga)

Artista da palavra, mulher, negra, baiana, brasileira, sonhadora, crente na vida.

Lílian Almeida publicou Todas as cartas de amor (ficção) em 2014, pela Editora Quarteto. Participa de Além dos quartos: coletânea erótica negra Louva Deusas (2015), CartoGRAFIAS (Funceb/ 2016), Haikais em trânsito (Funceb/ 2017) e Profundanças 2: antologia literária e fotográfica (2017). Integra os portais e plataformas literários: Oxe: portal da literatura baiana contemporânea, Mulheres escritoras negras da Bahia, Mapa da palavra, Liberoamérica. Tem publicações em sites, blogs, revistas literárias tais como Subversa e Raimundo.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s