Fragmentos de um canto de amor – II

Mar-I;
Foto: Lílian Almeida

Visto-me do vermelho-jambo dourado pelo sol.
A brisa leva o aroma dos meus cachos negros.
Deito-me no braço morno do mar e me entrego.
O olhar encontra o azul além do além do horizonte.
Eu encontro-me na sua liquidez de água e sal.

Lílian Almeida

Anúncios

2 pensamentos sobre “Fragmentos de um canto de amor – II

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s