Fragmentos de um canto de amor – I

Mar-I;
Foto: Lílian Almeida

Silêncio. Sensações. Sentidos.
O ronco marítimo, grave e contínuo, une-se ao urro fino do vento. Azul ao fundo.
É azul ou verde a cor do mar que agora namoro? Vem ou vai dentro de mim?
Calor. O amarelo queima a minha pele negra. A brisa lambe o sal da pele: frescor.

Lílian Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s