Alguém falou que recordar é viver

Na sala dos meus restritos aposentos recordo o vasto sentimento por aquela criança que comecei a amar antes mesmo de saber seu rosto. Revivo na memória o seu sorriso, as birras, o olhar molhado de medo ou de dor. Ah, meu Denguinho, seu olhar amendoado se encontra agora em minha frente, tênue viagem pelo véu da recordação.

Recordar… trazer de volta ao coração. Aqueço e acalento o coração com seu sorriso sapeca, suas perninhas ligeiras percorrendo a casa de vovó, suas manhas consentidas por toda a família, embriagada com sua plenitude de criança. Ah, pequenino serelepe, que saudade da sua voz… QUE SAUDADE DE VOCÊ, MEU DENGUINHO!

Sua sabedoria se recusa a lhe contaminar com as ondas cancerígenas dos celulares, e eu, já infectada com todos os males desse mundo de gente grande, preciso me contentar com as fotografias e as recordações. Esse é o remédio para o meu desconforto, tomo-o em overdose.

Não digo que lhe trago de volta ao coração, pois você sempre esteve aqui, neste peito agora apertado. Prefiro dizer que aqueço a sua presença ausente nestes dias de outono, cheios de resistentes ventos frios. E com a alegria do seu rosto me uno ao Sol e venço a teimosia desse friozinho que insiste em me rodear.

Lílian Almeida

Anúncios

2 pensamentos sobre “Alguém falou que recordar é viver

  1. Querida,

    Sinto a saudade em tuas palavras, mas não encontro outras para levantar seu espírito. Vejo o rostinho de seu denguinho e lembro de meus filhos pequenos e o peso de ficar longe deles… Talvez um passéio ao cinema, uma pizza e umas taças de vinho poderiam ajudar um pouco? Vamos na quinta-feira?

    BJ,
    Sally

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s